segunda-feira, 6 de outubro de 2014

EXERCÍCIO

    • 1. (Natal, 2003) Para Jean Piaget, o conhecimento se constrói a partir da ação do sujeito sobre o objeto, num sistema de relações em que o sujeito incorpora elementos do meio para modificar o que já sabe, por meio de um mecanismo de adaptações sucessivas. Esse mecanismo compreende dois processos:
    • (a) assimilação e memorização.
    • (b) internalização e acomodação.
    • (c) assimilação e acomodação.
    • (d) assimilação e apropriação.
    • 2. Em qual das alternativas abaixo existe a ideia de Piaget sobre os estágios de desenvolvimento cognitivo?
    • A) Esquema, assimilação, acomodação e equilibração.
    • B) Assimilação, sensório-motor, pré-operatório e acomodação.
    • C) Sensório-motor, pré-operatório, operatório concreto e operatório formal.
    • D) Sensório-motor, pré-operatório, esquema e acomodação.
    • E) Equilibração, assimilação, esquema e operatório formal.
    • 3. De acordo com Piaget, existem diferentes fases do desenvolvimento cognitivo. Analisando a situação abaixo, identifique em qual dessas fases o adolescente se encontra: “Numa experiência de flutuação de corpos, um adolescente separou objetos que bóiam dos que flutuam, pelo peso que possuíam.”
    • (a) sensório-motora
    • (b) pré-operacional
    • (c) operacional-concreta
    • (d) operações formais
    • (e) simbólica
    • 4. (SEE/RJ – 2008) Segundo Piaget, a criança passa por três períodos de desenvolvimento mental. O período de operações formais, quando a criança /
    • adolescente começa a lidar com abstrações e a raciocinar com realismo acerca do futuro, formulando hipóteses, compreende, de modo geral, a faixa de idade entre:
    • a) seis e oito anos
    • b) oito e dez anos
    • c) nove e onze anos
    • d) dez e doze anos
    • e) onze e quinze anos
    • 5. (Nova Iguaçu, 2006) O estágio de pensamento intuitivo da criança no qual as ações sensório motoras começam a sugerir a representação, a imagem mental e a presença de regulação semi-reversíveis corresponde, segundo Jean Piaget, ao seguinte período da criança:
    • a) 0 a 1 ano
    • b) 1 ano e meio a 2 anos
    • c) 2 anos a 7 anos
    • d) 7 anos a 12 anos
    • e) 5 anos a 7 anos
    • 6. (Nova Iguaçu, 2006) O pensamento no adolescente se dará quando este alcançar a possibilidade de relacionar a inversão e a reversibilidade com a conseqüente compreensão da irreversibilidade, permitindo-o adquirir ideais e, então, sonhar com o futuro e colocar degraus para alcançá-los. Jean Piaget denomina este estágio de desenvolvimento do pensamento como:
    • A) intuitivo
    • B) não-formal
    • C) formal
    • D) instintivo
    • E) moto
    • 7. (Estado RJ, 2001) Foi proposta a uma turma da terceira série do ensino fundamental, a seguinte pergunta, feita por escrito: “Laura tem cabelos
    • mais escuros que Paula. Laura tem cabelos mais claros que Vitória. Qual das três tem cabelos mais escuros?” Nenhuma das crianças conseguiu responder
    • corretamente à questão. Isso ocorreu porque, nessa idade, as crianças, para desenvolverem operações lógicas dependem de que lhes sejam oferecidas oportunidades de:
    • (a) formular hipóteses
    • (b) elaborar problemas
    • (c) trabalhar abstratamente
    • (d) manipular objetos
    • 8. (Niterói, 2003) Sobre os postulados teóricos de Piaget e Vygotsky, podem ser consideradas corretas as afirmações contidas em:
    • Piaget defende uma perspectiva construtivista do conhecimento, enquanto Vygotsky defende uma concepção inatista do desenvolvimento;
    • (b) Piaget sustenta que a construção do conhecimento procede do social para o individual, ao passo que Vygotsky explicita a importância da mediação simbólica nos processos de aprendizagem;
    • (c) Piaget é um teórico construtivista por defender a idéia de construção do conhecimento, enquanto Vygotsky revela-se como teórico interacionista por
    • fundamentar-se nas noções de equilíbrio e estrutura;
    • (d) Piaget define o desenvolvimento como um processo de equilibrações regressivas, ao passo que Vygotsky postula a formação social da mente;
    • (e) Piaget define o desenvolvimento como um processo de equilibração progressiva, enquanto Vygotsky atribui à linguagem um papel fundante no psiquismo humano.
    • 9. A teoria de Vygotsky entende o desenvolvimento e a aprendizagem como
    • relacionados desde o nascimento da criança. O desenvolvimento é entendido como um processo:
    • (a) previsível, universal e linear;
    • (b) em que o sujeito é passivo e seu comportamento é condicionado pela influência
    • dos estímulos do ambiente;
    • (c) determinado por conteúdos mentais de caráter individual, dos quais não se tem
    • consciência;
    • (d) construído no contexto social e promovido pela aprendizagem.
    • 10. (Altamira, 2005) Sobre a zona de desenvolvimento proximal presente nas teorizações de Vygotsky é correto afirmar que:
    • (a) é uma área de tensão entre o aprendido e o não aprendido, que se acomoda na idade adulta.
    • (b) ela é tanto maior quanto maior for a etapa evolutiva do indivíduo.
    • (c) é a área de aproximação e socialização entre crianças com mesmo nível de desenvolvimento cognitivo.
    • (d) refere-se à distância entre o nível de desenvolvimento atual e o nível potencial de
    • desenvolvimento.
    • (e) é reveladora da natural preponderância da ação de aprender, dos discentes, em detrimento da ação de ensinar, dos docentes.
    • 11. (São Paulo, 2004) Tendo como fundamento a noção de zona de desenvolvimento proximal de Vygotsky, ao planejar uma situação pedagógica, o professor deve:
    • (a) Partir do que as crianças já conhecem e planejar ações que as possibilitem, com seu
    • apoio ou de outras crianças, realizar novas atividades propostas.
    • (b) Avaliar o que falta nas capacidades cognitivas de suas crianças para poder propor atividades que desenvolvam essas capacidades.
    • (c) Planejar situações para que espontaneamente as crianças desenvolvam suas habilidades.
    • (d) Identificar o potencial que suas crianças trazem e estimulá-los, não ultrapassando seus limites.
    • (e) Estruturar situações na rotina para que com a repetição regular destas as crianças
    • memorizem e aprendam os conteúdos propostos.
    • 12. Vigotsky afirma que o bom ensino é aquele que se adianta ao desenvolvimento, ou seja, que se dirige às funções psicológicas que estão em
    • vias de se completarem (Rego, 2001). Isso significa dizer que, na abordagem sóciointeracionista, a qualidade do trabalho pedagógico está associada à:
    • (A) capacidade de promoção de avanços no desenvolvimento do aluno a partir daquilo que potencialmente ele poderá vir a saber.
    • (B) possibilidade de promover situações em que o aluno demonstre aquilo que já sabe e aprendeu fora da escola.
    • (C) criação de zonas de atuação pedagógica a partir de conhecimentos mais adiantados nas séries escolares.
    • (D) proposição de pré-requisitos para a aprendizagem que demonstrem a prontidão dos
    • alunos.
    • (E) introdução de conceitos difíceis que levem os alunos a estudar além daquilo que está nos livros didáticos.
    • 13. Assinale a opção que apresenta, corretamente, semelhanças e diferenças entre as teorias de Piaget e Vygotsky:
    A construção da inteligência é uma elaboração pessoal. As funções psíquicas superiores são mediadas pela cultura. Têm um enfoque genético partilhado por entender que as funções psicológicas e os sistemas de conhecimento podem ser estudados apenas em seu processo de formação. E A interação social e a linguagem são decisivas para compreender o desenvolvimento cognitivo. A cognição se desenvolve a partir da experiência com o meio físico. Enfatizam a atividade do sujeito na aquisição do conhecimento e o caráter qualitativo das mudanças no desenvolvimento. D A intervenção social externa pode ser facilitadora ou obstacularizadora. O sujeito não é apenas ativo, mas, sobretudo interativo Apontam o desenvolvimento cognitivo como um processo de construção de estruturas lógicas e são universalistas. C Aborda a dimensão individualista do desenvolvimento, pois é o próprio sujeito quem aprende Sua teoria enfatiza aspectos histórico-sociais do desenvolvimento. Concordam que a aprendizagem interage com o desenvolvimento, produzindo sua abertura nas zonas de desenvolvimento proximal. B Defendeu um estudo inter-relacionado das funções e processos pedagógicos. Insistiu na constituição de sistemas estruturais como a chave da inteligência Compreendem que o processo de desenvolvimento intelectual, explicitado pelo mecanismo da equilibração, precede e coloca limites à aprendizagem A VYGOTSKY PIAGET AMBOS DIFERENÇAS SEMELHANÇAS
    • 14. Para Wallon a origem da razão está:
    • (a) Na emoção
    • (b) Na mente
    • (c) Nos estágios do desenvolvimento
    • (d) Na própria razão.
    • 15. É característico do pensamento de Wallon:
    • (A) o processo de desenvolvimento psico-social em fases, desde o “grau zero” até a adolescência.
    • (B) a repetição baseada em prêmio (estímulo –resposta).
    • (C) a psicogenética tendo a dimensão afetiva como central tanto para a construção da pessoa quanto do conhecimento.
    • (D) a idealização do conhecimento, partindo da experiência pessoal do grupo em que se trabalha.
    • (E) a liberdade total na aprendizagem como meio de se atingir o pensamento científico através da busca pessoal.
    • 16. (Guararema/2005) Qual foi a mudança de rumo no estudo do processo ensino-aprendizagem propostos por Ferreiro e Teberosky?
    • (A) Mudar o centro da discussão para a formação profissional do professor.
    • (B) Rever o processo de aquisição de conhecimento baseadas em Skinner.
    • (C) Deslocar o eixo do “como se ensina” para “como se aprende”.
    • (D) Reverter o processo de ensino como algo que vem de fora para dentro e instalar no Eu o centro das atenções.
    • 17. (Guararema/2005) Em qual teórico se baseiam os estudos de Ferreiro e Teberosky?
    • (A) Wallon.
    • (B) Piaget
    • (C) Freire.
    • (D) Vygotsky.
    • (E) Perrenoud.
    • 18. (Natal/2003) Mariana, de 6 anos de idade, escreveu uma lista de presentes que deseja ganhar no dia das crianças. O texto por ela produzido foi devidamente transcrito por sua professora Vitória, como mostra a produção a seguir.
    • Na perspectiva de construção da psicogênese da escrita, segundo Emília Ferreiro, as crianças que apresentam a escrita semelhante à de Mariana começaram a:
    • A) escrita ortográfica, em que cada letra corresponde a um valor sonoro.
    • B) escrita silábica, descobrindo que as letras podem ser controladas por meio das sílabas das palavras.
    • C) escrita alfabética, quando a criança usa uma letra para representar cada som.
    • D) escrita pré-silábica, quando as crianças escrevem uma série de letras e as lêem sem fazer nenhum tipo de análise.
    • 19. Na visão de Emília Ferreiro, há de se considerar que a representação e os meios utilizados para criar a escrita seguem uma linha evolutiva, surpreendentemente regular, através de diversos meios culturais, diversas situações educativas. Esta afirmativa corresponde a uma abordagem:
    • a) tradicional
    • b) construtivista
    • c) tecnicista
    • d) neo-liberal
    • e) pós-moderna
    • 20. (Estado, 2008) Considerando os pressupostos de Emilia Ferreiro sobre o processo de alfabetização, é correto afirmar que:
    • A) A leitura e a escrita são resultado de um processo de memorização.
    • B) A produção da escrita começa na família e no contexto social mais próximo da criança.
    • C) A aprendizagem da leitura e da escrita supõe o desenvolvimento de uma série de competências específicas.
    • D) A escrita é resultado dos processos operados na escola.
    • E) A escrita só se desenvolve após a aquisição, pela criança, da motricidade fina.
    • 21. (Bom Jardim, 2007) “Estamos tão acostumados a considerar a aprendizagem da leitura e da escrita como um processo de aprendizagem escolar, que se torna difícil reconhecermos que o desenvolvimento da leitura e da escrita começa muito antes da escolarização”. Este trecho de Emília Ferreiro significa que:
    • I. as crianças precisam completar 7 anos para, a partir desta idade, começar sua aprendizagem.
    • II. as crianças desde que nascem são construtoras do conhecimento.
    • III. as crianças, no esforço de compreender o mundo, levantam problemas e tratam de descobrir respostas.
    • IV. as crianças devem controlar suas ações na iniciação da leitura e da escrita, pois há uma idade certa para isto.
    • V. as crianças estão construindo objetos complexos de conhecimento e o sistema de escrita é um deles.
    • Estão corretas as afirmativas:
    • (A)apenas I, II e III;
    • (B) apenas I, IV e V;
    • (C) apenas II, III e V;
    • (D) apenas III, IV e V;
    • (E) apenas I, III e IV.
    • 22. Quando o aluno escreve a mesma palavra com letras diferentes, como em
    • casa / caza / kasa /kaza, significa que:
    • a) Está utilizando hipóteses, processo próprio de quem não está se alfabetizando.
    • b) Não está maduro, por isso basta oferecer contato com as palavras que ele construirá seu conhecimento.
    • c) Está utilizando hipóteses, processo próprio de quem está se alfabetizando.
    • d) Não aprendeu corretamente, por isso um bom exercício é reescrever a palavra corrigida várias vezes.
    • 23. Na visão de Bakhtin, os acabamentos são:
    • a) coletivos
    • b) subjetivos
    • c) objetivos
    • d) sociais
    • 24. Para Bakhtin, todo discurso é:
    • a) individual
    • b) Ideológico
    • c) cidadão
    • d) Hegemônico
    • 25. Produzindo uma analogia ao contexto atual da alfabetização, é possível a produtividade de gêneros discursivos na escola, por meio:
    • a) das cartilhas
    • b) dos professores
    • c) do letramento
    • d) da mecanização da escrita
  • GABARITO
    • C;
    • C;
    • C;
    • E;
    • C;
    • C;
    • D;
    • E;
    • 9. D;
    • 10. D;
    • 11. A;
    • 12. A;
    • 13. D;
    • 14. A;
    • 15. C;
    • 16. C;
    • 17. B;
    • 18. B;
    • 19. B;
    • 20. B;
    • 21. C;
    • 22. A;
    • 23. B;
    • 24. B;
    • 25. C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário